Istambul – Dias 1, 2 e 3

Foram mais ao menos 4:30h entre o aeroporto do Porto (OPO) e o recém inaugurado aeroporto de Istambul (IST), num voo fretado pela Turkish Airlines, uma companhia que passo a recomendar, pois as condições de voo foram excelentes, a comida era boa, haviam fones e um monitor em cada lugar para poderem ver filmes, ou vir música, ver videos sobre a Turquia e até mesmo jogar com o comando que tinha uma parte que era consola.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não esquecer que na Turquia são +2 horas que em Portugal, há que ajustar o horário, quando lá chegamos já estava a anoitecer.

O novo aeroporto entrou em funcionamento pleno, desde 6 de Abril em que todos os voos que estavam agendados para Ataturk, passaram para este novo aeroporto encerrando assim de vez o Ataturk.  Contrariamente ao seu predecessor, este localiza-se a uma distância considerável da cidade e como é bastante recente, ainda não há ligações de metro, nem comboio para a cidade, pelo que as únicas opções de lá chegar é de autocarro ou taxi.

Resultado de imagem para istanbul new airport aerial view

Novo aeroporto de Istambul

Dica 1: Transportes – Comprem apenas um IstanbulKart, não precisam de comprar um por pessoa, nós eramos 3 e usamos o mesmo cartão, já que o que conta é passar o cartão as vezes necessárias e ter o dinheiro e fizémo-lo em diversas ocasiões, metro e autocarros. Tem um custo de 6TL, mas pode ser recarregado as vezes necessárias com saldo.

Dica 2: Internet – Se quiserem estar sempre conectados à internet sem terem de procurar sitios com wi-fi, o melhor que podem fazer é alugar um hotspot no aeroporto e foi o que fizemos, alugamos um no dia que chegamos e entregamos no último dia no mesmo sítio. Os preços variam, mas rondam os 7€ por dia + caução a ser devolvida no retorno. (podem ver uma imagem disto no primeiro slide de imagens)

Puramente para informação e para poderem ter uma base de comparação o preço da viagem ida e volta OPO-IST foi de 326€ cada um.

Dia 1


O dia 1 foi maioritariamente gasto com a viagem do Porto para Istambul, como chegamos ao anoitecer não deu muito tempo para fazer mais coisas.

Optamos por apanhar um autocarro “Havaist” para a cidade, compramos o IstanbulKart, que custa 6TL (+/- 0,9€) e carregamos com algum saldo, a viagem custou 18TL por pessoa (+/- 2,7€), sendo que a viagem demorou mais ao menos 50 minutos entre o aeroporto e Sultanahmet square (a praça entre o Blue Mosque e a Basilica de Santa Sofia) , na área de Eminönu, como o nosso Hostel era ali perto foi excelente, como já chegamos depois de anoitecer, foi só tratar do check-in e jantar, para depois aproveitar o dia seguinte ao máximo, ficou assim o dia 1 encerrado e carregamos as baterias para o dia 2.

Resultado de imagem para havaist istanbul airport

Autocarros Havaist que fazem a ligação aeroporto e a cidade

Dica 3: Refeições – Podem encontrar várias ruas que são compostos por diversos restaurantes, todos vão tentar chamar à sua maneira, estejam preparados para dizer que não educadamente, ou que estão a tentar decidir ainda, ou podem até mesmo “ignorar”, não se deixem levar na corrente de entrar no primeiro restaurante que vos convidar a entrar, estão todos a fazer o mesmo.

Dica 4: Refeições – Ainda no departamento das refeições, há sitios que vão cobrar taxa do serviço, ou seja, a grojeta, outros não, vocês deixam quanto quiserem dependendo do quanto o serviço agradou, mas estejam atentos ao que vem no papel. Outro facto importante, na maior parte dos sitios o pão (que é servido quentinho) e o chá* no final da refeição são oferta da casa, bem como por vezes a tradicional baklava*, todos dizem que é caseira (se é ou não, não sei, mas experimentem que vale a pena).

Dica 5: Geral e Refeições ainda – Perguntem sempre se aceitam pagamentos com cartão caso assim o desejem, nós sempre que pudemos pagamos usando o “Revolut“.

*Tudo o que se encontrar assinalado com asterisco, podem ver mais sobre estes items no artigo anterior Turquia – Breve Introdução.

Hostel em que ficamos alojados nas duas primeiras noites

Metropolis hostel, muito bem localizado, conseguimos visitar todos os monumentos da zona a pé (Basílica de Santa Sofia, Mesquita Azul, ….), também não faltam restaurantes perto, aliás era só fazer a curva da rua em frente ao hostel e não faltava escolha.

Dia 2


Acordamos de manhã bem cedo, tomamos um belo de um pequeno almoço* buffet e seguimos para a nossa jornada para descobrir Istambul.

Mesquita Azul ( Sultanahmet Camii )

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A nossa primeira paragem foi na Mesquita Azul, cuja entrada é gratuita. O seu nome deriva dos mais de 20000 belos mosáicos azuis que podem ser admirados na parte interior da sua cúpula, bem como os vitrais.

FACTO INTERESSANTE: É a única mesquita de Istambul que tem 6 torres (conhecidas por minaretes ou almádena), o objetivo destas é fazer com que a voz do almuadem, a pessoa que faz o chamado à oração (azan) possa ser ouvida a grandes distâncias.
Aquando da sua construção isto gerou muita polémica, já que Meca também tinha 6 e para acalmar os fiéis foi construido um sétimo em Meca.

Esta ainda é uma mesquita ativa, pelo que tem-se de respeitar todas as regras de vestimentas (ver dica 6) e está fechada a visitas em horários de reza (tem uma indicação dos mesmos à entrada).

Estava em obras, mas mesmo assim é um local a visitar, entrando para o seu átrio e só depois para o seu interior, todo em carpete, é necessário retirar o calçado á entrada, eles disponibilizam sacos de asas transparentes para podermos colocar lá o nosso calçado e transportar até à saída.

Basílica Santa Sofia – Hagia Sophia

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mesmo em frente à Mesquita Azul, encontra-se a Hagia Sophia, separadas apenas por uns belos jardins, esta está situda no que é considerado o ponto mais alto de Istambul, sendo por isso visível no panorama da cidade, mesmo a grandes distancias.

Tentem ir o mais cedo possível, pois as filas tornam-se gigantescas e perdem imenso tempo para lá conseguir entrar. A entrada tem um custo de 60TL (+/-9,19€), mas podem fazer como nós fizemos e comprar o Museum Pass de 5 dias por 185TL (+/- 28€), no nosso caso não compramos o de 3 dias, porque já estava esgotado, a vantagem é já ter as entradas para vários museus pagas e evitar ter de comprar bilhete a bilhete.

Resultado de imagem para museum pass 5 days istanbul

Cartão Museum Pass

Foi construído entre 532 e 537 para ser a Catedral de Constantinopla e até 1453 cumpriu essa função. Entre 1453 e 1931 tornou-se numa mesquita após ser tomada pelo império otomano. Reabriu depois em 1935 como um museu.

Exatamente por essa razão de se ter tornado num museu, é que não é necessário ter os cuidados de roupa apropriada que normalmente se tem nas outras mesquitas.

Não deixem de visitar o segundo andar deste magnifico edíficio e de lá apreciar a bela vista para a Mesquita Azul.

DICA 6: Mesquitas – É de conhecimento geral que a entrada em locais religiosos islâmicos, como é o caso das mesquitas, requer que as mulheres cubram o cabelo e ombros, como sinal de respeito. Caso não tenham um lenço para tapar a cabeça e ombros, eles disponibilizam lenços azuis para cobrir, bem como uma saia comprida amarelo torrado, caso estejam a usar calçoes ou saia curta, tudo isto sem qualquer custo. Pelo menos na maior parte das mesquitas.

Palácio Topkapi

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na parte de trás do Hagia Sophia, econtra-se o palácio Topkapi, fomos então visitar de seguida, a entrada custa 60TL (+/- 9€) e a do Harém 35TL (+/- 5€), mas se tiverem o mesmo passe que falei antes, podem entrar com ele.

A sua construção começou pouco tempo depois que Maomé II tomou Constantinopla e daqui os sultões governaram o seu império até meados do século XIX, até 1856 quando o Sultão Abdulmecid transferiu residência para o Palácio Dolmabahçe.

Com 700.000 metros quadrados, rodeados de muralhas, tem quatro pátios e sala de armas, cozinha, estábulos reais, tesouro, entre outros, contendo no seu recinto também o museu arqueológico e outros edificios interessantes.

O Tesouro destaca-se pois contem alguns dos objetos mais valiosos do mundo, como um diamante de 88 quilates que pertenceu à mãe de Napoleão e o punhal topkapi, que é a arma mais cara do mundo, feita em ouro com esmeraldas.

Também lá tem o Harém, onde residia o Sultão, a sua família e um conjunto de 500 a 800 mulheres de alto nível cultural treinadas em diversas habilidades, a Rainha Mãe era a responsável máxima.

Cruzeiro no estreito de Bósforo

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Após conhecer estes três grandes pontos turisticos, fomos almoçar (já bastante tarde) e depois encontramos alguns vendedores a tentar vender os bilhetes para o cruzeiro do Bósforo e conseguimos negociar um bom preço (achamos nós), 20€ os 3, num cruzeiro que durou 2 horas.

O Bósforo é um estreito que conecta o Mar Negro e o Mar de Mármara, separando Istambul em dois continentes, o europeu e o asiático. Tem um comprimento de 30km e a largura varia entre 700 metros e 4 km.

Há duas pontes que atravessam o estreito, ambas com pouco mais de 1km, são elas a Boğaziçi  e Fatih Sultan Mehmed.

Eu diria que um cruzeiro no Bósforo é quase obrigatório, é excelente para ver as belas paisagens e as diferenças entre os dois lados de Istambul, o Europeu e o Asiático, sendo que se vê sempre na paisagem mais do que uma mesquita.

É excelente para relaxar e apreciar a vista e até mesmo ver golfinhos a saltar no rio, eu consegui ver alguns, foi inesperado, mas uma surpresa muito agradável.

Depois disto fomos jantar e voltamos ao Hostel. Neste jantar até experimentamos uma coisa interessante, conhecido por pottery kebab, que é servido em todo um show feito a abrir o pote de barro com a carne que foi cozinhada lá dentro.

Dia 3


Acordamos bem cedo e tomamos novamente um pequeno almoço com uma vista fantástica do terraço do Hostel.

Depois fomos dar um passeio a pé mais descansadamente, apreciar a cidade com calma seguindo-se os seguintes pontos turisticos.

Cisterna Basílica ( Yerebatan Sarnıcı )

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ainda perto do que tinhamos visitado no dia anterior, decidimos visitar a Cisterna Basílica, que também é conhecida como Palácio Submerso, sendo esta apenas  uma das múltiplas cisternas que existem por baixo da cidade de Istambul.

A entrada custa 20TL (+/- 3€).

As cisternas são depósitos que foram construidos para guardar as reservas de água da cidade, caso esta fosse atacada, esta foi construida entre 527-565 para abastecer o Palácio Bizantino e tem umas dimensões de 140 por 70 metros, podendo armazenar uns 100.000m3 de água. Tem 336 colunas de 9 metros de altura, com os mais variados estilos, pois reaproveitaram estruturas antigas e monumentos, dentre as 336 colunas há duas que têm como base uma cabeça de Medusa, há diversas teorias, mas a mais aceite é que ali foram colocadas apenas por fins práticos e servirem como base das colunas.

É um local diferente, sem a confusão da cidade bastante movimentada, é quase como se entrassemos noutra dimensão, mas não, estamos apenas abaixo de toda a confusão.

Museu Arqueológico de Istambul

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este foi o primeiro museu da Turquia, abrindo portas em 1891 e encontra-se situado entre um dos pátios do Palácio Topkapi e o Parque Gülhane.

Preço de entrada são 30TL (+/-4,6€), mas esta era mais uma das atrações que faziam parte do passe dos museus, logo não pagamos esta entrada também.

Tem uma coleção composta por três partes:

  • Museus Arqueológicos: De onde destaco a grande coleção de sarcófafos, vale a pena visitar. O de maior destaque sendo o Sarcófago de Alexandre IV.
  • Coleção de Arte Oriental: Tem muitos sepulcros otomanos e bastantes objetos relacionados com a cultura egípcia. O objeto de maior destaque são partes da Porta da Babilônica de Istar.
  • Coleção de cerâmicas e joias: Encontra-se no Pavilhão dos Azulejos, um edifício que foi construído sob a ordem de Maomé II, foi o que passamos menos tempo, por ter menos coisas para ver, diria que o mais interessante é mesmo o edifício.

Tal como muitos dos monumentos da Turquia nesta altura do ano, tinha algumas zonas com obras em curso, pelo que não vimos tudo em em pleno, principalmente algumas fachadas de edificios.

Muito perto daqui também vimos uma espécie de igreja, já no pátio do palácio, digo isto porque tinha um crussifixo desenhado no interior. Podem ver nas fotos acima, gostava de me lembrar do nome do sítio, mas não sei.

Parque Gülhane

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ao irmos para os museus passamos neste parque e ele chamou-nos à atenção, por isso ao sair dos museus, tivemos que lá passar, este é mesmo um belo parque e estava coberto de tulipas das mais variadas cores.

Se tiverem tempo vale a pena lá irem, é de entrada livre, é um bom sítio para relaxar.

Depois disto apanhamos um metro para chegar a Taksim Square, almoçar por lá e conhecer a praça, para mais tarde apanhar o autocarro para o Aeroporto Sabiha Gökçen (SAW).

Praça Taksim (Taksim Meydani )

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Situada na parte europeia da cidade, esta praça tem uma grande relevância e é considerada o coração da moderna Istambul. Este é um importante distrito comercial, turístico e de lazer.

Este é um local muito utilizado para celebrações e manifestações, mesmo nas duas ocasiões em que lá estivemos estavam a preparar algum tipo de celebração.

Taksim -> Aeroporto Sabiha Gökçen (SAW)

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

E tal como havia referido antes, daqui apanhamos o Hava Bus para o aeroporto, esta viagem custa 18TL (+/- 2,8€).  Podem ver mais detalhes neste link.

Esta foi a forma mais económica que encontramos de chegar ao aeroporto.

E de lá apanhamos o nosso voo para o próximo destino, do qual falarei no próximo artigo desta saga, Capadócia.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s